“Nuno Fernandes Thomaz: Impasse no Brasil “traduz-se na economia, mas os dois países já superaram várias crises””

O presidente da Fundação Luso-Brasileira para o Desenvolvimento do Mundo de Língua Portuguesa receia o impacto do impasse político brasileiro na economia, mas acredita que as empresas portuguesas vão conseguir superar mais esta crise.

“É um momento muito complicado que se traduz na economia”, alerta Nuno Fernandes Thomaz, presidente da Fundação Luso-Brasileira para o Desenvolvimento do Mundo de Língua Portuguesa, a propósito do impasse político que o Brasil está a viver.

 

No entanto, o líder da instituição que tem a missão de promover a aproximação das relações empresariais entre o Portugal e o Brasil acredita que “os dois países saberão ultrapassar mais esta situação”, uma vez que “já viveram vários momentos de crise”.

 

Fernandes Thomaz é cauteloso sobre o impacto que este momento poderá ter nas empresas portuguesas com investimentos no Brasil. Prefere expressar o desejo de que a actual situação “seja ultrapassada o mais rapidamente possível”.

 

“O meu desejo é que se ultrapasse este momento o mais rapidamente possível. É necessário um entendimento político”, sublinha, recusando avançar hipóteses sobre como poderá ser viável alcançar esse consenso.

 

Certo é que a Fundação Luso-Brasileira para o Desenvolvimento do Mundo de Língua Portuguesa vai contribuir para a reflexão sobre a altura que o país está a viver. Esse é um dos objectivos do jantar-debate previsto para 19 de Abril, em Lisboa, com a presença do académico brasileiro Luiz Filipe d’Avila, especialista em ciência política, sob o tema “Brasil, a Crise e o Momento Histórico para Reconstruir a Nação”.

 

Leia aqui a notícia original.